Recomendações para os pais:

Os pais em geral preocupam-se muito com o problema da enurese, uma vez que ele traz muitas dificuldades no convívio familiar e social da criança, fora dificuldades práticas como lavar roupas de cama, trocar colchões, entre outras.

A primeira coisa que os pais devem ter em mente é que a enurese não acontece por culpa da criança. Ou seja, reclamar, brigar ou castigar quem tem enurese só piorará o problema, pois a criança ou adolescente se sentirá punido por algo que não consegue evitar, o que aumenta o impacto emocional do problema. Os pais não devem fazer nenhum comentário negativo sobre o problema.

Acordar a criança à noite, impedi-la de beber líquido nas horas finais do dia ou colocar fraldas também atrapalham o desenvolvimento normal da criança e não resolvem o problema. A enurese deve ser tratada com acompanhamento de profissional experiente no tema.

Quando a criança não tem idade para o tratamento ou este não pode ser realizado por algum motivo, os pais podem tentar algumas estratégias para amenizar o problema. Um aspecto importantíssimo é prestar atenção nos hábitos intestinais da criança: quando ela não evacua todos os dias, pode ocorrer um acúmulo de fezes no intestino que altera o funcionamento miccional, podendo causar os episódios de enurese. Nesses casos, é necessário primeiro tratar esse problema, para só então focar na enurese, quando ela ainda persistir.

Outro ponto que merece atenção são os hábitos de ingestão de líquidos e o padrão miccional das crianças. Elas devem ser estimuladas a beber líquidos em grande quantidade ao longo do dia, evitando um acúmulo de ingestão de líquidos no período da tarde e da noite. Também devem evitar postergar as micções, indo ao banheiro em intervalos regulares.

Quando a enurese persiste, a primeira medida dos pais deve ser realizar consulta médica com um urologista pediátrico. Ele realizará os exames necessários para descartar outras causas para a enurese e indicará o tratamento adequado de acordo com as características do problema apresentado. No caso de não haver outros problemas físicos, o tratamento mais eficaz é o alarme, que também deve ser acompanhado por um profissional com conhecimento na área, para que o resultado seja o melhor possível.

Voltar

 

 
Copyright © Projeto Enurese 2006 - 2017
Todos os direitos reservados
Powered by: MK Informatica
Fone:(11) 3091-1961