Tratamento com Alarme:

Há diversos tratamentos para a enurese, incluindo opções medicamentosas, comportamentais, fisioterapia e outros métodos alternativos. Dentre as opções não medicamentosas, existe o tratamento com alarme, reconhecido entre os especialistas como a forma mais eficaz de resolver a enurese de forma definitiva, sem efeitos colaterais.

O tratamento para enurese noturna usando alarme existe há muito tempo. Desde a década de 30 do século XX, equipamentos desse tipo vêm sido usados e aprimorados, encontrando altas taxas de sucesso, tanto em crianças quanto em adolescentes. Infelizmente muitos profissionais de saúde ainda desconhecem esse tipo de terapia, indicando outros tipos de tratamento, como o medicamentoso, que nem sempre acabam de vez com o problema.

O alarme é um aparelho simples: tem um "tapete" de plástico macio com um circuito aberto ligado a uma caixinha com um dispositivo que emite um som. O aparelho é alimentado por uma bateria de 9V que pode ser encontrada facilmente. Quando a pessoa faz xixi em cima do tapete, o circuito fecha, e o alarme dispara, acordando a pessoa, que tem de prender o fluxo e terminar de urinar no banheiro.

Com o tempo, ela passa ou a despertar antes do alarme tocar (ou seja, antes que molhe a cama) pra ir ao banheiro, ou consegue segurar até de manhã. Depois disso, pronto: sem mais alarme, sem mais remédios, sem mais cama molhada. O tratamento é bem sucedido em cerca de 70% dos casos que atendemos.

Apesar da sua alta eficácia, o alarme ainda é pouco utilizado por dois motivos: requer uma família altamente motivada para o tratamento e um profissional de saúde com conhecimento sobre o tratamento e disponibilidade para acompanhar o seu uso ao longo do tempo necessário.

O alarme nacional foi projetado em uma parceria do Projeto Enurese, do Instituto de Psicologia, com a Escola Politécnica, ambos da Universidade de São Paulo. O tratamento aqui no Projeto Enurese é gratuito. Somos um grupo de pesquisa financiado por órgãos de fomento científico, como a FAPESP e o CNPq, que cobre os custos de pessoal e material, e o tratamento geralmente faz parte de protocolos de pesquisa.

Voltar

 

 
Copyright © Projeto Enurese 2006 - 2017
Todos os direitos reservados
Powered by: MK Informatica
Fone:(11) 3091-1961